Cidades

10/08/2018 08:52 RD NEWS

Imagem renova esperança de família de MT encontrar filho desaparecido há 3 anos

A família do menino Flávio Henrique da Silva, o Flavinho, desaparecido desde 18 de janeiro de 2015, aos 3 anos de idade, no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (a 675 km de Cuiabá), obteve uma imagem que mostra como o garoto estaria atualmente, já com 6 anos. A progressão da idade foi realizada pela DHPP de São Paulo e a reprodução da imagem tem sido utilizada pelos parentes nas buscas pela criança.

Conforme os parentes, o garoto estava no sítio da avó quando desapareceu. Os pais relataram que estavam indo embora do local quando foram procurar o filho e não o encontraram mais. Então, acionaram a Polícia Militar. Foram feitas buscas na região, porém o garoto não foi encontrado.

“A nossa vida tem sido difícil. São três anos e sete meses sem uma resposta. A sensação é a pior que um ser humano pode sentir. Eu digo que é pior que a morte, porque é uma grande incerteza por não sabermos onde nosso filho está. É a pior crueldade que um ser humano pode fazer com qualquer pai e mãe”, afirma Silvana Aparecida da Silva, mãe da criança.

Ela critica a falta de estrutura da Polícia Civil e considera que as investigações sobre o desaparecimento do filho foram tratadas com descaso. “Somente um ano depois do desaparecimento que o delegado chamou o suspeito de ter raptado o meu filho para prestar depoimento. A palavra desse suspeito teve mais valor que a de qualquer outra testemunha”.

Testemunhas chegaram a afirmar que viram o suspeito com o garoto, após o desaparecimento de Flávio. No entanto, o homem disse que o menor que o acompanhava seria um sobrinho. “Ele foi liberado depois disso”, relatou.

“A última vez em que a Polícia falou comigo foi para informar que o caso, que estava em Cuiabá, estava sendo devolvido para Peixoto de Azevedo, pois não havia mais nada a ser investigado. Desde então, não tenho mais notícias”, lamentou.

A Polícia Civil informou que somente deverão ser feitas novas buscas ou apurações, referentes ao desaparecimento de Flávio, em caso de a entidade receber novas informações que possam apontar o paradeiro do menino.

Segundo Silvana, a família tem divulgado constantemente, por meio das redes sociais, o desaparecimento do garoto, para tentar reencontrá-lo. Nos últimos dias, um dos recursos utilizados por eles passou a ser uma imagem digitalizada que mostra como o garoto estaria atualmente.

A imagem foi feita Delegacia de Homicídios e Proteção à pessoa (DHPP) de São Paulo. “Eu havia pedido para a Polícia Civil de Cuiabá, mas me disseram que não poderiam fazer. Então, uma amiga disse que eu poderia pedir para a DHPP de São Paulo, porque eles poderiam fazer gratuitamente”, contou.

“Eu entrei em contato com a polícia de São Paulo pelo Facebook, fiz o pedido e eles fizeram, em 20 dias, a imagem atualizada do meu filho”, acrescentou.

Desde que começou a divulgar a imagem, há uma semana, Silvana ainda não recebeu nenhuma nova informação sobre o garoto, mas faz apelo pelas redes sociais para quem tiver qualquer informação entrar em contato.

Enquanto o filho permanece desaparecido, Silvana afirmou viver “dias de angústia constante”. “Tudo o que poderíamos fazer para procurar nosso filho, fizemos. Agora só nos restar esperar por um milagre”.

Informações podem ser repassadas pelo Disque Denúncie 181 ou pelo celular  66 99927-7419.


EXPEDIENTE

RÁDIO CIDADE - A Nº 1 - A VOZ DO VALE DO PEIXOTO
Telefones: (66) 3595-1144 ou 3595-1578
Celular: (66) 9 9937-1144

Redes Sociais

Rádio Cidade - Todos os Direitos Reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo