Notícias

14/06/2018 17:36 folhamax.com.br

Prefeito de Cuiabá quer Campos no Senado

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que, independentemente da composição partidária, vai apoiar o nome do ex-senador Jayme Campos (DEM) na disputa por uma vaga ao Senado nas eleições deste ano. Segundo ele, é preciso que a baixada cuiabana tenha um candidato que a represente no Senado.

Jayme foi lançado para a disputa ao Senado na última segunda-feira (11), após uma pesquisa interna que o teria apontado com boas chances de vencer a disputa. Além dele, também foi lançado o nome do ex-prefeito da Capital, Mauro Mendes (DEM), na disputa ao Governo do Estado.

De acordo Emanuel Pinheiro, é importante que a coligação em torno do nome do senador Wellington Fagundes (PR) ao governo comtemple um candidato ao Senado que seja da baixada cuiabana, em razão de sua representatividade. Além do Senado, a expectativa dele é que o vice-governador também seja da baixada. “Está um clima de muita harmonia na construção da candidatura do senador Wellington Fagundes. Eu mesmo defendo que a capital indique o vice e que ele seja da baixada cuiabana e que uma vaga do Senado também seja da baixada cuiabana”, disse Emanuel.

“Todos os nomes são bem vistos e de peso, mas caso Jayme Campos saia candidato a senador, independentemente da coligação, eu, Emanuel Pinheiro, vou discutir com a coligação a possibilidade de apoiá-lo, porque me dou por contemplado na baixada cuiabana”, completou.

Ainda segundo Emanuel, Jayme tem condições de contribuir para o crescimento da Capital e região. Porém, o seu apoio ao DEM se resumiria apenas a Jayme, uma vez que a coligação possui outros nomes importantes que podem ocupar a segunda vaga ao Senado. “A coligação tem vários nomes. Inclusive, outros podem surgir. São nomes de peso e que podem fechar. São duas vagas ao Senado. O Juarez [Costa] é um nome de peso do norte do Estado na composição para a vaga do Senado”, exemplificou.

Questionado sobre quem deverá ser a indicação do vice que represente a baixada, Emanuel foi categórico em dizer que não será a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, cujo nome foi aventado nos bastidores. Ele explicou ainda que a indicação é uma vontade particular e que ainda não houve essa garantia de que a indicação seja do MDB. “Não há nenhum compromisso nesse sentido. São posicionamentos das lideranças. Depois vamos sentar à mesa e discutir dentro de uma agenda positiva para o Estado”, encerrou. 


EXPEDIENTE

RÁDIO CIDADE - A Nº 1 - A VOZ DO VALE DO PEIXOTO
Telefones: (66) 3595-1144 ou 3595-1578
Celular: (66) 9 9937-1144

Redes Sociais

Rádio Cidade - Todos os Direitos Reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo