O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou que foram levantados na última semana os novos dados referentes à comercialização das safras 2020/21 e 21/22 de soja no Estado. Da safra atual, até o momento, foram negociados 83,46% da produção do ciclo, o que representa aumento de 4,70 pontos percentuais ante a março.

“A finalização da colheita, somada aos preços nos maiores patamares da série histórica, foram os fatores que impulsionaram as vendas do ciclo atual. Para se ter uma ideia, a valorização nas cotações ante o mês anterior foi de 5,12%, com a média Mato Grosso em R$ 162,90/saca”, analisa o IMEA.

Para a temporada futura (2021/22) o percentual negociado ficou estimado em 27,72% do total da produção prevista para a safra, o que representa um avanço mensal de 2,96 pontos percentuais. Apesar do avanço no volume vendido, o total desta temporada encontra-se 9,54 pontos inferior ao comercializado no mesmo período do ano passado (safra 20/21). Um dos principais motivos limitantes para as vendas é a cautela adotada pelos players, à espera de preços ainda mais atrativos”, conclui o instituto, no boletim semanal, divulgado na última segunda-feira.

Fonte: sonoticias.com.br