Mato Grosso acomoda quase metade dos municípios brasileiros campeões em geração de riqueza no campo. São 22 no ranking das 50 localidades que se destacam pelo valor da produção agrícola nacional. Juntos, esses municípios mato-grossenses adicionaram R$ 37.100 bilhões (10,2%) aos R$ 361 bilhões provenientes do agronegócio. A cifra é um novo recorde, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que monitora o desempenho da atividade desde 1974.

 

Sorriso se mantém como maior produtor de soja e de milho do país. Sapezal lidera o ranking na produção de algodão herbáceo. Em Sorriso, a produção de milho ultrapassa a de soja, com volumes respectivos de 3.176 milhões de toneladas e 2.141 milhões (t). Como a oleaginosa mantém cotação superior ao cereal no mercado, o valor da produção de soja no município localizado no médio-norte mato-grossense alcançou R$ 2.165 bilhões. A renda gerada com o milho atingiu R$ 1.186 bilhão, segundo o IBGE.

 

Destaque na cotonicultura brasileira, Sapezal produziu 894.794 mil toneladas de algodão em caroço, volume avaliado em R$ 1.894 bilhão.

 

Ainda é possível melhorar os números, na opinião do presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Silvano Filipetto. Com uso de tecnologia, irrigação, pesquisa e desenvolvimento de novas cultivares, há condições de aumentar a produtividade por hectare plantado, sem expansão de área. De acordo com ele, existe espaço para diversificar a produção, atualmente concentrada nos grãos. “Com aumento da irrigação, pode-se aumentar a produção de arroz e feijão”, afirma.

 

Os demais recordistas mato-grossenses no cenário nacional são Campo Novo do Parecis, Diamantino, Nova Ubiratã, Nova Mutum, Campo Verde, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, Campos de Júlio, Itiquira, Paranatinga, Querência, Canarana, Brasnorte, Ipiranga do Norte, Tapurah, São Félix do Araguaia, Porto dos Gaúchos, Sinop, Gaúcha do Norte e Santa Rita do Trivelato.

 

As informações são divulgadas por meio da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM) 2019. Nela constam dados detalhados sobre área, produção, rendimento e valor da produção para 64 produtos agrícolas, individualizados por município.

Fonte: Gazeta Digital