Flamengo está na final da Libertadores! Atuando com autoridade, a equipe não tomou conhecimento do Grêmio na noite desta quarta-feira e venceu por 5 a 0, se garantindo na decisão da competição continental. O adversário será o River Plate, que se classificou ao eliminar o Boca Juniors. A partida está marcada para o dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile.

Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Bruno Henrique, Gabigol (duas vezes), Pablo Marí e Rodrigo Caio. A final é a primeira da equipe no torneio em 38 anos. A última foi em 1981, quando foi campeão ao derrotar o Cobreloa.

O jogo

Apesar do grande momento vivido na temporada, o Flamengo demonstrou certo nervosismo no início da partida, não conseguindo envolver o Grêmio, como costuma fazer com os adversários. Tanto é que a primeira grande chance foi do time visitante. Aos 18, Everton recebeu na esquerda e cruzou forte para a área. Diego Alves defendeu, espalmando a bola para o meio da área. Maicon, na hora do chute, foi travado por Filipe Luís.

O susto fez o Rubro-Negro melhorar no jogo, passando a atacar mais. Aos 34, Arrascaeta recebeu pela direita e mandou direto para o gol. Paulo Victor espalmou e Gabigol tentou de bicicleta, mas mandou fraco.

Cinco minutos mais tarde, o camisa 9 dominou a bola dentro da área e mandou para o gol, mas novamente parou em Paulo Victor.

Aos 41, não teve jeito. Bruno Henrique puxou contra-ataque e tocou para Gabigol, que bateu firme. Paulo Victor defendeu, mas soltou a bola dentro da área, ficando fácil para o camisa 27 apenas empurrar para o gol e abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Flamengo manteve o ritmo forte e rapidamente ampliou. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Gabigol, que acertou um belo chute de primeira. A bola ainda desviou em Pablo Marí e foi para o gol.

E o clube carioca queria mais. Aos 10, saiu o terceiro. Bruno Henrique foi derrubado por Geromel e o árbitro marcou pênalti. Gabigol foi para a cobrança e, com tranquilidade, deslocou Paulo Victor para tirar qualquer tipo de esperança do torcedor gremista.

Mas não parou por aí. E com direito a gols dos dois zagueiros. Aos 21, Pablo Marí recebeu cruzamento e, de cabeça, mandou para o gol. Quatro minutos mais tarde, foi a vez de Rodrigo Caio, também de cabeça, marcar o quinto após bola lançada da esquerda.

Na reta final, o Grêmio ainda tentou marcar o "gol de honra", mas parou em Diego Alves. Mais um motivo para a festa dos mais de 70 mil torcedores presentes ao Maracanã!

Fonte: Portal R7