A Polícia Judiciária Civil juntamente com a Polícia Militar de Barra do Garças prendeu em flagrante, D.P.R., 36 anos, que utilizava da sua condição de saúde para aplicar golpes no INSS. O suspeito deve responder pelos crimes de estelionato e uso de documento falso.

A prisão ocorreu após os policiais terem recebido informações de que o suspeito chegou a rodoviária com a perna enfaixada e usando muletas, porém em seguida foi ao banheiro e retirou as ataduras. Durante a abordagem polícia, o homem se levantou e andou normalmente sem as muletas.

Para os policiais, o golpista confessou que está acometido de hanseníase e por isso tem direito ao benefício do auxílio-doença, porém o mesmo alegou que usa documentos falsos para passar pela perícia, a pedido de pessoas saudáveis que querem receber o benefício indevidamente.

Com o suspeito, os policiais apreenderam aproximadamente R$ 1,8 mil que ele havia sacado de um benefício em nome de outra pessoa envolvida na fraude. Com isso, o homem foi detido e conduzido a delegacia de Polícia Civil de Barra do Garças.

Fonte: Nortão Noticias