Uma mulher se apresentou com advogado, ontem, na delegacia da Polícia Civil de Guarantã do Norte e confessou ter matado com tiro o ex-marido dela, Wilson Domingos da Costa, de 49 anos, que foi encontrado a cerca de 25 metros de uma Honda Bros preta, numa plantação de milho, no setor rural do município, na última segunda-feira. Como não havia mandado de prisão, prestou depoimento e inicialmente vai responder em liberdade.

De acordo com o delegado Waner dos Santos Neves, a versão e a motivação do crime ainda serão apuradas. “Ela afirmou que foi a autora do disparo, mas ainda vamos ouvir outras testemunhas. O caso ainda não está concluído”.

No local do crime também foi encontrado em um saco uma espingarda calibre 32, desmontada ao lado do corpo de Wilson Domingos. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) apontou preliminarmente que uma caminhonete pode ter sido usada pelos envolvidos na morte já que os peritos encontraram rastros e manobras feitas com o veículo.

O corpo dele foi sepultado em Guarantã do Norte, ontem.

Fonte: Só notícias