Mais quatro municípios de Mato Grosso decretaram toque de recolher, nesta sexta-feira (26). A medida, decretada em Acorizal, Araguaiana, Juara e Santo Antônio do Leste, é para evitar circulação e aglomeração de pessoas para controlar o aumento de casos de Covid-19 no estado.

Em Juara, a 90 km da capital, foi determinado o toque de recolher, das 22h até 5h do dia seguinte, todos os dias da semana, ficando proibido o funcionamento no perímetro urbano e dos distritos de qualquer estabelecimento após este horário, exceto em casos excepcionais e inadiáveis, devidamente justificado.

Só pode circular na cidade durante este horário as forças policiais, a fiscalização municipal, profissionais da saúde e trabalhadores cujo horário de funcionamento das empresas iniciem antes das 05h e acabem depois das 22h.

As instituições de saúde pública e privada, farmácias e drogarias podem permanecer abertas. Os estabelecimentos comerciais de alimentos somente poderão funcionar após este horário no sistema de entrega em domicílio.

O decreto também suspende as atividades escolares presenciais públicas e privadas e as atividades presenciais na Administração Pública de Juara, por 14 dias. Confira todas as medidas estabelecidas no decreto municipal.

Já a Prefeitura de Santo Antônio do Leste, a 379 km de Cuiabá, proibiu, nesta sexta-feira (26), a circulação de pessoas das 20h às 4h.
Estão autorizados a circular durante o período os trabalhadores em execução dos serviços de delivery, sendo realizados até as 22h, postos de combustível, assistência médica e hospitalar, comercialização e distribuição de medicamentos, serviços funerários, serviços de segurança pública e privada, servidores públicos quando em pleno exercício de suas funções e trânsito e transporte intermunicipal de passageiros.

O decreto municipal também determina a suspensão de celebrações religiosas e eventos sociais, inclusive em residências. Também ficam suspensas as atividades de academias de ginásticas.

Os bares, lanchonetes, padarias, restaurantes e estabelecimentos similares deverão funcionar apenas nas modalidades balcão e delivery, sendo proibido o consumo no local. Confira todas as medidas estabelecidas no decreto municipal neste link.

Em Araguaiana, no nordeste do estado, o toque de recolher foi determinado das 20h às 5h do dia seguinte, no perímetro urbano.

Ficam proibidas atividades que causem aglomeração, como salão de beleza, barbearias, shows, parques, jogos de futebol, bares, restaurantes, distribuidoras de bebidas, festas e confraternizações familiares, ainda que realizadas em âmbito domiciliar.

Todos os estabelecimentos essenciais devem encerrar suas atividades até as 19h. Os serviços somente poderão ser comercializados na modalidade delivery até as 20h.
Também fica proibida a comercialização de qualquer produto ambulante no município. Confira o decreto municipal completo.

Em Acorizal, a 59 km da capital, o toque de recolher proíbe a circulação de pessoas das 19h às 6h.

O comércio deve funcionar de segunda-feira à sexta -feira das 06h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 6h às 12h, respeitadas as medidas de biossegurança.

Os estabelecimentos do ramo alimentício, como restaurantes e lanchonetes, e as distribuidoras de bebidas, poderão oferecer seus produtos exclusivamente mediante sistema delivery. Confira o decreto municipal.

Mato Grosso já registrou mais de 12 mil casos de Covid-19 e 476 mortes em decorrência da doença.

 

Fonte: G1MT