A Polícia identificou como Jefferson Rodrigues da Silva, o suspeito de assassinar a empresária Rosemeire Soares Perin, 52 anos. O corpo da vítima foi encontrado na tarde desta quinta-feira (18), na comunidade de Passagem da Conceição, em Várzea Grande.

O homem confessou à polícia que participou do assassinato da vítima e apontou que há mais pessoas envolvidas no crime. Um segundo suspeito, identificado como Pedro Paulo de Arruda, 29 anos, membro da facção criminosa Comando Vermelho, foi preso na noite desta quinta-feira, no bairro São Matheus. Com ele foram apreendidos um veículo Onix, um tablete de maconha e 16 quilos de cal, que seria usado para acelerar o processo de decomposição e omitir o ordor do corpo da vítima. 

A empresária foi encontrada com três cortes no pescoço que estava dilacerado, e um achatamento na cabeça, enrolada em um edredom. A causa da morte será esclarecida após exame de necropsia.

A Polícia encontrou vestígios de sangue da vítima na casa do acusado. Segundo o delegado Marcel de Oliveira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), existem outros elementos que colocam a vítima na casa do suspeito. 

Ao que tudo indica, o corpo da empresária foi levado no veículo dela da casa de Jefferson, no Jardim Paula I, até onde foi ocultado. O criminoso ainda alegou que um cúmplice teria matado a empresária e que o corpo dela foi levado no veículo dele. 

No entanto, ao que tudo indica o veículo HB20 da empresária foi lavado por pelo menos 5 vezes pelo acusado, que estava com o carro em um lava jato, reforçando a suspeita da polícia. O carro também será submetido a perícia.

Os suspeitos foram detidos e encaminhados à Delegacia. A polícia segue com as investigações para identificar outras pessoas que possam ter participado do crime.

SUMIÇO

Segundo familiares, o último contato com Rosemeire ocorreu por volta das 11h de terça-feira (16), quando a vítima deixou a residência onda morava em Cuiabá, no bairro Doutor Fábio 2, para trabalhar em Várzea Grande. Quando saiu de casa, ela dirigia um carro HB20 de cor branca de placas QBX-8843.

A família registrou o desaparecimento na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O caso é investigado.

Fonte: Folha max