Com os shows Daniel Boaventura e de Sandro Bacelar, Cuiabá será a primeira cidade da América Latina a realizar show presencial para vacinados contra o Covid-19. O evento acontece no dia 25 de junho, com direito a jantar de massas e vinhos.

A proposta é que pessoas com certificados de vacinação possam aproveitar uma noite segura, de apresentação de música clássica - voz e piano. O show é uma aposta do setor de produção cultural na capital e, também, na retomada das atividades culturais.

Para aproveitar as duas horas e meia de show com jantar incluso, o investimento é de R$ 350. No cardápio, estão algumas opções de massas e cartelas de vinho servidos pelo buffet Leila Malouf. A venda será de ingressos duplos, ou seja, cada pessoa compra 2 ingressos.

O evento terá capacidade para receber 400 pessoas, distribuídas em 100 mesas. A intenção é que em cada mesa sejam acomodados de 1 a 2 casais. Segundo a produção do evento, as mesas disponíveis têm lugares para 8 pessoas, porém como medida de distanciamento serão utilizados metade do volume.

Dedicado somente para pessoas vacinadas, desde a compra do ingresso até a chegada do evento será necessário a apresentação do certificado de vacinação. Contudo, não será exigida a comprovação das duas doses do imunizante. Aqueles que já passaram a primeira dose, podem participar do evento.

“Resolvemos colocar algumas condições, por isso, não serão vendidos ingressos online, porque a gente quer que as pessoas venham aqui na loja e tragam suas carteirinhas de vacinação, que tem que tá dentro da validade, período do começo da ação da vacina, se não tiver válida, não comprará ingresso”, explicou o produtor do evento, Marcos Vinícius Barão.

O produtor lembra também que a proposta da noite não é somente a comemoração. Para ele, a sociedade ainda enfrenta um momento difícil com muitos casos trágicos de morte por Covid. Mas, a intenção é retomar aos poucos a celebração da vida e a distração para as pessoas que estão a tanto tempo isoladas.

Medidas de Segurança

Foi elaborado um plano de biossegurança próprio para o evento, com avaliação de riscos de contaminação e estudo de distribuição de pessoas e medidas de distanciamento.

“Quando as pessoas entrarem no ambiente, será medida a temperatura, vai ter higienizador de mãos na porta, tapete para higienizar os pés e teremos um equipamento chamado nanoprata, que é um imunizador potente, que serão colocados em 4 ventiladores para imunizar todo ambiente por 12 horas”, destacou o produtor.

Além dos equipamentos, a equipe responsável pelo jantar, equipe técnica e músicos serão compostas de profissionais vacinados. E com número reduzido de trabalhadores.

Depois do evento, o público, que tiver interesse, será monitorado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesse período será analisada a presença de sintomas da Covid-19. A produção ainda avalia a aplicação de testes rápidos no início do show.

Fonte: RD NEWS