O processo de cadastramento biométrico para os eleitores da cidade de Matupá teve início no dia 24/07 e já foram atendidos cerca de 2.126 eleitores Matupaenses.

Em entrevista ao RC101 o departamento responsável pela biometria disse que o comparecimento dos eleitores é surpreendente e o ritmo é animador, se os eleitores continuarem comparecendo nesse ritmo a biometrização dos eleitores de Matupá pode ser concluída antes do prazo final estipulado que é até dia 25 de outubro.

Atualmente a cidade de Matupá tem cerca de 11.200 eleitores e 10 terminais de atendimento foram instalados em anexo ao Posto de Identificação localizado na Avenida Hermínio Ometto em frente à Escola Estadual Antônio Ometto tudo para facilitar e acelerar o atendimento para o cadastramento biométrico dos eleitores de Matupá. O horário de atendimento é das 07:30 as 13:30 horas de segunda a sexta-feira, sendo que o prazo final se esgota em 25 de outubro de 2019.

 

Ainda não fez o cadastramento biométrico?

 

Se você ainda não fez o cadastramento biométrico atenção para as recomendações para acelerar seu atendimento.

Documentação:

- Documento oficial com foto (pode ser RG, CNH ou CTPS)

- Comprovante que comprove residência em Matupá

Obs: O horário de atendimento é das 07:30 as 13:30 horas de segunda a sexta-feira, sendo que o prazo final se esgota em 25 de outubro de 2019.

 

O que acontece se eu não fizer o Cadastramento Biométrico?

 

É importante lembrar que o cadastramento biométrico é obrigatório e quem não o fizer terá o título eleitoral cancelado. Para regularizar a sua situação junto a Justiça Eleitoral basta levar documento de identidade com foto, título de eleitor atual (caso tenha) e um comprovante de residência.

 Além de ficar impedido de votar nas eleições municipais de 2020, o eleitor que tiver o título cancelado ficará restrito a alguns processos como se inscrever em concursos públicos, não poderá obter passaporte ou carteira de identidade, efetuar o alistamento militar e não poderá renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

 Depois do procedimento de triagem e atualização de dados, os cidadãos são encaminhados para o registro de foto e a coleta das digitais, e em seguida já é emitido na hora o novo título eleitoral.

 

Fonte: RC 101 - Donny Nascimento