A Polícia Civil segue com as investigações sobre a morte de Victor Jesus da Silva Flores, de 20 anos, que foi assassinado a tiros no último sábado (9), na mesma casa onde o homem que matou acidentalmente a esposa com o tiro morava temporariamente. O crime ocorreu na rua Dona Benta, no bairro Jardim Amazonas, em Sorriso. 

De acordo com o delegado Getúlio Daniel, responsável pelas investigações, o homem que matou a esposa começou a sofrer ameaças logo após atirar acidentalmente no rosto de Angélica Gaio. 

Por esse motivo, para resguardar sua integridade física, o homem – que havia sido solto no sábado após pagar fiança de R$ 1,1, mil – mudou de casa. "Ele vinha sofrendo ameaças de diversas partes e, infelizmente, no sábado à noite, ocorreu esse homicídio em desfavor de um residente onde ele estava". 

Dessa forma, segundo o delegado, a principal linha de investigação é de que Victor tenha morrido por engano, já que supostamente o alvo do atirador seria o homem que matou a esposa. "Mas há outras linhas de investigação. A gente continua com as investigações e outras pessoas serão ouvidas. Ainda vamos confirmar se há vínculo entre os dois crimes. Existem alguns suspeitos de praticarem o crime, mas a investigação segue sob sigilo".  

Segundo o delegado, Victor não tinha passagem pela polícia. 

Fonte: Portal Sorriso