Na manhã desta segunda-feira (22), às 08h58, a Central de Bombeiros da 7ª CIBM recebeu ligação de um homem solicitando que uma guarnição Bombeiro Militar pudesse ir ao encontro de uma mulher que estava sendo trazida para a cidade de Alta Floresta, por ter sofrido picada de uma cobra jararaca numa fazenda.

Uma equipe de militares com uma viatura foi despachada para o local, encontrando uma caminhonete Hilux, cabine simples, que trazia a paciente, no local denominado Balsa do Bisteca, há cerca de 30 km da cidade.

A vítima foi encontrada consciente, comunicativa, reportando dor intensa no local da picada (tornozelo do membro inferior direito), ânsia de vômito e que estava gestante há 04 meses.

Relatou também que trabalha em uma fazenda, quando por volta das 07h30, quando estendia roupa no varal, sentiu algo como uma picada na região da perna direita, constatando uma cobra agitada que provavelmente a teria picado. Assustada, teria matado o animal com um cabo de vassoura, serpente que foi trazida para ser mostrada no Hospital Regional.

A paciente foi repassada à viatura do Corpo de Bombeiros, encaminhada e deixada aos cuidados médicos do Hospital Regional Albert Sabin.

Numa constatação preliminar do animal feita pelos militares, viu-se tratar de uma serpente de 30 cm de comprimento, ainda filhote, com características que sugerem ser uma cobra do gênero Bothrops, ou seja, uma espécie de jararaca, o que é corroborado pelos sinais verificados (inchaço na região afetada) e pelos sintomas relatados pela vítima.

Fonte: Notícia Exata