O deputado estadual Valdir Barranco (PT), de 46 anos, internado há quase dois meses por causa da Covid-19, teve uma piora no quadro de saúde e voltou para o tratamento semi-intensivo em um hospital em São Paulo nesta quarta-feira (14).

Barranco já havia saído do coma e estava se recuperando em enfermaria, até esta manhã.

O parlamentar foi diagnosticado com Covid-19 no dia 11 de fevereiro e internado no dia 15 de fevereiro em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital particular em Cuiabá.

No dia 20 de fevereiro, Barranco foi intubado e, no dia 21, transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em São Paulo após agravamento no quadro de saúde.

Valdir Barranco (PT), de 46 anos, está internado desde o começo da semana para tratamento da Covid-19 — Foto: Facebook

Valdir Barranco (PT), de 46 anos, está internado desde o começo da semana para tratamento da Covid-19 — Foto: Facebook

 

No entanto, na manhã desta quarta-feira (14), ele retornou para o semi-intensivo, confirmou a assessoria de comunicação.

O tratamento vinha sendo realizado em enfermaria desde a quinta-feira (8). Após exames regulares, a equipe médica decidiu por retornar para melhor monitoramento da capacidade respiratória.

O deputado continua acordado, com as atividades de fisioterapia motora e respiratória.

Ao todo, 16 deputados estaduais foram contaminados com Covid-19, entre eles Silvio Fávero, do PSL, que faleceu no dia 13 de março, depois de uma semana internado na UTI.

 

Covid-19 em MT

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até terça-feira (13), 334 mil casos e 8,7 mil mortes por Covid-19 em Mato Grossos.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 520 internações em UTIs públicas e 478 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,56% para UTIs adulto e em 60% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (71.172), Rondonópolis (24.949), Várzea Grande (21.697), Sinop (16.993), Sorriso (12.174), Tangará da Serra (11.287), Lucas do Rio Verde (10.869), Primavera do Leste (9.681), Cáceres (7.204) e Alta Floresta (6.439).

 
Fonte: G1MT