Uma decisão da Justiça de Mato Grosso na terça-feira (11) suspendeu o toque de recolher e a restrição de horários de funcionamento do comércio em Sinop, a 503 km de Cuiabá. A decisão atende um pedido feito pelas entidades ligadas ao comércio da cidade.

Com a decisão, do juiz Mirko Giannotte, deixaram de valer imediatamente as condições do último decreto municipal de Sinop com medidas de combate à Covid-19. Entre elas, o toque de recolher foi suspenso, assim como a restrição de horário para o funcionamento do comércio.

O juiz atendeu ao pedido do presidente da Câmara de Dirigentes Logistas de Sinop (CDL), que entrou com uma ação popular conjunta em nome da entidade e da Associação Municipal de Bares e Restaurantes.

Na decisão, o juiz determinou que o distanciamento social e outras ações de biossegurança deverão ser mantidos.

Entre as justificativas do pedido de anulação das medidas mais restritivas, foram citados a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que teve queda no estado e a mudança de risco alto para risco moderado de contaminação pelo novo coronavírus no município.

Foram mencionados ainda os esforços da classe comercial em seguir as medidas de proteção pra manter as empresas em funcionamento. Segundo a ação, a melhora no cenário da pandemia e o bom comportamento dos lojistas justificam a flexibilização das regras.


Em nota, a prefeitura de Sinop informou que vai cumprir a decisão e que cabe a todos os estabelecimentos comerciais observarem o distanciamento, higienização e circulação de ar, uso de máscaras e entre outras medidas de prevenção.

 

Fonte: G1MT